Alagoas, 12 de dezembro de 2019

Secretário resgata processo histórico de Alagoas durante seminário


Em continuidade as comemorações dos 200 anos de Alagoas, o secretário de Estado da Comunicação, Enio Lins, ministrou palestra nesta quinta-feira (28) durante o Seminário de Emancipação e Evolução Política das Alagoas, realizado pelo Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL).

“Este é o momento para se debruçar sobre todo o nosso acervo histórico, em busca das raízes mais profundas e reavivar, fortalecer, o amor-próprio da população alagoana. Neste sentido, o governador Renan Filho determinou há mais de um ano, que promovêssemos eventos que extrapolassem o vetor tradicionalmente cultural, e que o centro fosse essencialmente educacional, e este Seminário é de suma importância neste sentido”, afirmou o secretário de Comunicação.

Ao lado do historiador Douglas Apratto, Lins falou sobre controvérsias relacionadas à história da emancipação política do Estado. “A partir da visão de jornalista, minha intenção é contestar as teses que povoaram a história nordestina a partir de uma interpretação equivocada de que teria havido alguma traição por parte das lideranças políticas em 1817 resultando na Emancipação Política de Alagoas”, disse.

Para Apratto, o que vai ficar das comemorações em torno do bicentenário também é o sentimento de pertença do alagoano. “Temos o presente de ter um passado e um futuro que somos nós e com isso, detemos um papel na construção do nosso futuro e isso nos faz pensar em qual contribuição vamos deixar para Alagoas”, enfatizou o historiador.

Segundo Álvaro Queiroz, organizador do evento, os três dias de evento foram voltados para uma etapa do processo histórico do Estado pós-emancipação. “Nosso público alvo foram estudantes de cursos como História, Ciências Sociais e professores. Ao todo, foram 180 inscritos”, apontou o coordenador.