Bolsonaro defende melhoria do ensino no Brasil

A um dia da posse, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, usou hoje (31) o Twitter para defender a melhoria da educação no país. Na rede social, ele reiterou o discurso de campanha pelo fim da ideologia nas salas de aula.

“Uma das metas para tirarmos o Brasil das piores posições nos rankings de educação do mundo é combater o lixo marxista que se instalou nas instituições de ensino”, escreveu o presidente eleito.

O ministro da Educação será o filósofo de origem colombiana Ricardo Vélez Rodríguez. “Junto com o ministro da Educação e outros envolvidos vamos evoluir em formar cidadãos e não mais militantes políticos”, acrescentou Bolsonaro.

Agenda
Diante de um dia intenso como o previsto para amanhã (1º), com sua posse como presidente da República, Bolsonaro deve passar o dia hoje na residência oficial da Granja do Torto, em Brasília. Apenas o ministro da transição, Onyx Lorenzoni, confirmado para Casa Civil, o visitou nesta manhã.

Desde ontem (30), o presidente eleito está reunido no local com a família, além da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e dos cinco filhos. Muitos parentes vieram de Eldorado, cidade do interior paulista. Assessores não divulgaram nomes, mas estão confirmadas para a posse a mãe, Olinda, de 89 anos, e o únido irmão do presidente eleito, Renato.

A cerimônia de posse amanhã será extensa. Começa por volta das 14h com desfile na Esplanada dos Ministérios, dois discursos, e vai até os cumprimentos no Palácio Itamaraty, por volta das 21h.

ab