Alagoas, 23 de agosto de 2019

Centurión, ex-São Paulo, empurra técnico do Racing e é afastado do time


O atacante argentino Ricardo Centurión, que jogou no São Paulo em 2015, foi afastado do elenco do Racing nesta segunda-feira, um dia depois de empurrar o técnico da equipe, Eduardo Coudet, quando recebia instruções à beira do campo antes de entrar na partida contra o River Plate, no Monumental de Nuñez.

O próximo compromisso do Racing será contra o Corinthians, em São Paulo, quinta-feira, no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. A volta será no dia 27 de fevereiro, em Avellaneda.

Líder do Campeonato Argentino, com 42 pontos, o Racing perdeu por 2 a 0 neste domingo, pela 18ª rodada, com gols de Juan Quintero e do zagueiro Alejandro Donatti, ex-Flamengo, contra. Na sua terceira substituição, aos 22 minutos do segundo tempo, quando o placar já estava construído, Coudet chamou Centurión para entrar no lugar do lateral-direito Renzo Saravia.

O treinador dava instruções ao atacante ao lado do campo, quando Centurión o empurrou com o braço esquerdo, demonstrando impaciência. Coudet ainda permaneceu ao lado do jogador, até o quarto árbitro subir a placa para a substituição.

De acordo com o jornal argentino Olé, a decisão de afastar Centurión dos treinos com o elenco foi do próprio treinador do time, com o respaldo do presidente do Racing, Victor Blanco: “O que Coudet decidir será apoiado”, afirmou o dirigente, de acordo com o Olé.

GE