Cras promove sessões de cinema para grupos de mulheres e idosos

Entre as atividades oferecidas pelos equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) estão a realização de diversas oficinas, salas de espera, rodas de conversas, palestras, projetos e atividades sobre a prevenção de situações de risco e de vulnerabilidade social.

O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Cidade Sorriso é uma dessas unidades e, nesta semana, promoveu duas sessões de Cineclube para grupos de mulheres e idosos acompanhados pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

Os serviços são oferecidos no Centro e consistem em um trabalho de caráter continuado que visa fortalecer a função protetiva das famílias, prevenindo a ruptura de vínculos e promovendo o acesso e usufruto dos direitos sociais dessa parcela populacional.

Os vídeos apresentados durante as sessões, intitulados “Que abuso é esse?” e “Que exploração é essa?”, fazem parte das séries do projeto Maleta Juventudes e abordaram uma temática de combate ao abuso e exploração sexual infantil.

Segundo a coordenadora do Cras, Mariele dos Santos, as sessões são importantes porque atraem mais pessoas e são de fácil absorção. “Em geral, os cineclubes concentram uma quantidade maior de público e geram debates muito bons, porque eles são de fácil compreensão. É importante porque acabamos abordando os temas de maneiras simples e objetivas”, disse ela.

Os filmes expostos contam histórias reais de violação de direitos e também explanam a superação dessas barreiras e as formas de prevenção dessas situações. Após as sessões, foi realizado um momento de diálogos e troca de informações. As usuárias participaram de uma oficina e conversaram sobre os canais de denúncias favorecendo o acesso e o entendimento das informações.

O Cras Cidade Sorriso funciona no Conjunto Residencial Cidade Sorriso I (Verdejantes II), no Benedito Bentes, e entre os conjuntos referenciados estão Moacir Andrade, Freitas Neto, Selma Bandeira e Jorge Quintela.

Assessoria