Acusado de matar namorado da filha com 30 facadas deve ir a júri, decide justiça

A 7ª Vara Criminal de Maceió pronunciou o réu Pedro Eurico da Silva Filho, que deverá ser levado a júri popular pela morte do namorado da filha, ocorrida em 2014. A decisão é do juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade e foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico.

Consta nos autos que a vítima, Anderson William Batinga da Silva, teria agredido a namorada, a mãe e o avô da garota. Ao saber do ocorrido e que Anderson havia sido liberado da delegacia, Pedro Eurico foi ao encontro dele e o atacou com 30 facadas.

Em depoimento, o réu confessou a autoria do crime. Disse que o namorado da filha já havia lhe ameaçado e que quando soube que a vítima estava livre “perdeu a noção”.

“Caberá aos jurados, no momento adequado, no exercício de sua competência constitucional para julgar os supostos delitos dolosos contra a vida, acolher ou não as teses defensivas, dando o seu veredicto”, afirmou o magistrado Sóstenes de Andrade na decisão.

Redação, com TJ