Mulher encontrada morta na Massagueira foi vítima de espancamento, aponta laudo

De acordo com a Perícia Oficial do Estado, Aline Jorge Mota, de 29 anos, encontrada morta na última sexta-feira, em Marechal Deodoro, foi vítima de espancamento.

A vítima foi identificada pela equipe de papiloscopista do Instituto de Identificação através do exame de necropapiloscopia. Eles coletaram as digitais do cadáver e comparam com o banco de dados civil do órgão até chegar a conclusão final da identificação.

De acordo com o perito médico legista José Renalvo Alves Barbosa, a mulher veio a óbito por choque hemorrágico e afogamento. Ela foi vítima de lesão corporal por instrumento contundente que provocou a ruptura do fígado e do rim direito, e em seguida foi jogada na lagoa.

A direção do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML) já localizou a família e informou sobre a morte da jovem. O laudo completo será encaminhado par a Delegacia de Marechal Deodoro, responsável pela investigação do crime.

Redação, com Assessoria