Alagoas, 23 de agosto de 2019

Nas redes sociais, mãe pede ajuda para tratamento de criança de 7 anos


Fabiana, mãe da pequena Maria Luiza, de 7 anos, diagnosticada com aplasia de medula óssea, pede ajuda através das redes sociais. Ela narra que, para o primeiro estágio do tratamento, o valor que precisará é de quase R$ 94 mil. A mulher faz um apelo que as pessoas doem, com o objetivo de salvar a vida de sua filha.

“O valor de R$ 93.900,00 é referente ao primeiro estágio do tratamento, que durará pelo período de quatro meses, sendo que são necessários  mais dois estágios de igual período, com um somatório total de 12 meses, formando assim um montante de aproximadamente R$ 300.000,00 como valor total do tratamento”, disse ela.

De acordo com Fabiana, inicialmente o tratamento está sendo feito com ‘Revolade’, através de doação. “Precisamos dar continuidade, pois sem ele a Maria corre risco de morte. Ajuizamos uma ação  em face do governo do estado, mas a princípio não obtivemos respostas positivas”, ressaltou.

Segundo ela, o medicamento é o Eltrombopag Olamina na dosagem de 50mg. Cada caixa, segundo narrou através da Vakinha, por onde está recebendo doações, vem com 14 comprimidos e custa R$ 4.200,00.

“O nome comercial da medicação é Revolade. Ele ajuda a médula da Maria a produzir as células sanguíneas. Sem ele, ela fica com as defesas baixas e corre risco de infecções. No momento ela está internada e com febre, também corre risco de hemorragia devido à baixa de plaquetas”, finalizou a mulher.

Clique aqui para doar.

Divulgação