Federação francesa pode anunciar decisão sobre indisciplinas de Neymar e Mbappé nesta sexta

Dois astros dos PSG devem saber até o fim desta semana se serão alvo de punições por atos de indisciplina na final da Copa da França. A Comissão Disciplinar da Federação Francesa de Futebol (FFF) se reunirá nesta quinta-feira para analisar e decidir sobre possíveis punições a Mbappé e Neymar. As deliberações da entidade, a princípio, devem ser anunciadas nesta sexta, segundo o jornal “L’Équipe”.

De acordo com a publicação, serão analisados na tarde desta quinta dois casos envolvendo as duas grandes estrelas do clube parisiense. Mbappé pode ser alvo de punição por uma entrada violenta em Damien Silva, no duelo contra o Rennes, no último sábado, podendo receber até três partidas de gancho por “falta bruta contra um jogador”.

Neymar poderia receber uma suspensão de três a oito jogos, segundo a imprensa local, por ter agredido um torcedor rival quando subia para a premiação pelo vice-campeonato no torneio. O caso poderia enquadrar o brasileiro em um de dois artigos, o que poderia variar sua punição. Por isso, o “L’Équipe” aponta que a decisão sobre o caso do camisa 10 pode demorar mais alguns dias, pois a comissão pode pedir mais tempo para análise das imagens.

O PSG, desta forma, se prepara para defender o jogador na FFF, com vídeos inéditos e testemunhas, caso Neymar vá a julgamento. O diretor de comunicação da equipe, Jean-Martial Ribes, afirmou que o clube não compreendeu a proporção que o gesto do atacante ganhou no Brasil.

Tuchel nega problemas entre Neymar e Mbappé e critica agressão a fã: “Isso não é possível”
Segundo ele, Neymar sempre foi um atleta exemplar e participou de todas as iniciativas sociais promovidas pelo clube. Ele admite que a reação não foi a ideal, mas que o torcedor estava ali justamente para provocar os jogadores e criar algum tipo de polêmica na internet. Até por isso, filmou tudo.

– O tipo de demonstração dessa pessoa não deveria ter sido permitido nessa área restrita. É um espaço dedicado a premiações, para celebrar os atletas das duas equipes finalistas pela Copa da França, não por ações verbais tão fortes contra nossos jogadores. Houve uma clara falta de segurança da organização. Essa pessoa passou dos limites. Vamos conversar com a FFF (Federação de Futebol Francesa) para bani-lo de todos os estádios na França – disse Jean-Martial Ribes.

GE