Veja como comprar ingressos para os jogos da Copa América no Brasil

Está disponível o penúltimo lote de ingressos para a Copa América, que comercializará 230 mil entradas para as 26 partidas da competição entre 14 de junho e e 7 de julho no Brasil. O torcedor que quiser garantir o seu ingresso para os jogos deverá adquiri-la através do site oficial do torneio, e os preços variam de R$ 60 (sendo R$ 30 a meia) a R$ 800.

Após a liberação do terceiro lote, só haverá mais uma comercialização para os ingressos. Nas primeiras parciais, foram vendidos mais de 350 mil entradas para 99 países. Entre os torcedores estrangeiros que mais compraram bilhetes, estão: Chile, Colômbia, Argentina, Peru e Uruguai.

O Brasil protagonizará o jogo de abertura com a Bolívia no Morumbi, no dia 14 de junho, às 21h30, e na rodada seguinte irá a Salvador para jogar contra a Venezuela na Arena Fonte Nova, no dia 18, no mesmo horário. O último jogo na fase de grupos será contra o Peru na Arena Corinthians, no dia 22, às 16h.

Vendas
O atendimento dos pedidos é por ordem de entrada no site oficial e sempre de acordo com a disponibilidade de ingressos. Os torcedores podem solicitar até cinco ingressos por partida, com limite de sete partidas, totalizando 35 ingressos para a competição. Não é permitida a compra de ingressos para duas partidas diferentes no mesmo dia.

Para as compras no site oficial, a única forma de pagamento é por meio de cartão de crédito habilitado para compras internacionais – para os residentes do Brasil bastará que o cartão tenha a função crédito ativada.

Meia-Entrada
O benefício à meia-entrada é restrito aos residentes no Brasil que se enquadre nas seguintes categorias e que apresente a documentação exigida por lei no momento da retirada do seu ingresso: estudantes (Lei Federal 12.852 (Estatuto da Juventude) e 12.933/2013); jovens de 15 a 29 anos pertencentes a família de baixa renda e inscritos no cadastro único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadúnico (Lei Federal 12.933/2013); portadores de necessidades especiais (Lei Federal 12.933/2013); adultos com idade igual ou superior a 60 anos (Lei Federal 10.741/2003) e jovens até 21 anos (Lei Estadual 3364/2000).

GE