Intervenção encerra ponto crônico de lixo na Jatiúca

Quem passa hoje pela Rua Deputado Elizeu Teixeira, no bairro Jatiúca, não encontra mais o montante de lixo que era descartado irregularmente pela população. No local, que é uma via paralela à Avenida Júlio Marques Luz, eram retiradas mais de 100 toneladas de resíduos semanalmente, uma coleta diária de cerca de 20 toneladas de metralha da construção civil e móveis sem utilidade.

Para solucionar o problema, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) realizou uma intervenção e encerrou o ponto de lixo, incluindo a reestruturação do calçamento, plantio de 40 mudas de árvores, ação de educação ambiental e fiscalização.

“Maceió tem hoje cerca de 200 pontos de lixo crônico, locais onde a população realiza o descarte inadequado de resíduos. Estamos reforçando a atuação principalmente nestas regiões para coibir a prática, como é o caso do ponto de lixo na antiga Avenida Jatiúca. Nossas equipes fizeram a reestruturação do trecho degradado e instalou barras de ferro para evitar que carroceiros e veículos subam na calçada para realizar o descarte, estivemos na região com ações de educação ambiental e também intensificamos a fiscalização”, explicou o titular da Sudes, Gustavo Acioli Torres.

Além da Rua Deputado Elizeu Teixeira, a intervenção da Sudes incluiu o plantio de 15 ipês no entorno do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Doutor Rostan Silvestre, que fica próximo ao antigo ponto de lixo e onde também havia o descarte irregular de resíduos. Segundo lembra o superintendente, a região da Jatiúca é atendida pelo Ecoponto Pajuçara, que fica na Rua Campos Luiz Teixeira, onde a população e carroceiros podem entregar gratuitamente restos de poda de árvore, metralha da construção civil, móveis e eletrodomésticos inservíveis e recicláveis.

“Outra forma do cidadão ajudar a manter a cidade limpeza é solicitar a coleta de volumosos pela Central de Limpeza. Quem tem sofás, cadeira, geladeira e outros móveis ou eletrodomésticos que não tem mais serventia pode ligar para o número 0800 082 2600 ou enviar a solicitação pelo Whatsapp 98802-4834. A partir destes contatos, a coleta é programada e uma equipe da Sudes vai até a casa do cidadão para recolher o material gratuitamente”, explica Gustavo Torres.

Lucas Alcântara/ Ascom Sudes