Alagoas, 11 de dezembro de 2019

Serviço Estadual de Cardiopediatria assegura cirurgia para mais de 365 crianças


Alagoas celebrou o Dia do Cardiologista, 14 de agosto, com uma boa notícia para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Um levantamento realizado pelo Serviço Estadual de Cardiopediatria (SEC), implantado em 2015 pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), aponta que, no período de quatro anos, 365 crianças com problemas cardíacos foram submetidas a cirurgias reparadoras.

O número representa um divisor de águas na assistência cardiopediátrica em Alagoas, uma vez que, até 2014, as crianças que nasciam com problemas no coração eram obrigadas a ingressar na Justiça para receber atendimento fora do Estado. Situação que afetava, inclusive, àquelas que possuíam plano de saúde, já que, há quatro anos, nenhum hospital – público ou privado – realizava o procedimento em Alagoas.

Além dos procedimentos cirúrgicos reparadores, que possibilitaram às crianças cardiopatas levar uma vida normal, o Serviço Estadual de Cardiopediatria, implantado por meio de uma parceria com a Fundação Cardiovascular de Alagoas (Cordial), também atingiu a marca de 6.936 consultas. Procedimentos realizados na Casa do Coraçãozinho, que funciona na Rua Ariosvaldo Pereira Cintra, no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió, atendendo crianças dos 102 municípios alagoanos.

Além das cirurgias e consultas, também foram realizados 6.738 ecocardiogramas cardiopediátricos, 173 procedimentos percutâneos terapêuticos em cardiopatias congênitas e 5.058 crianças atendidas no interior do Estado. O atendimento ocorre por meio do Programa Coração de Estudante, onde uma equipe de cardiologistas – liderados pelo cardiologista José Wanderley

Assessoria