Alagoas, 16 de setembro de 2019

Delegação alagoana de Kung Fu conquista 18 medalhas no Brasileiro da modalidade


A delegação da Federação Alagoana de Kung Fu Wu Shu foi até a cidade de Bombinhas, Santa Catarina, e faturou 18 medalhas no Campeonato Brasileiro da modalidade, sendo uma delas para um integrante do programa Na Base do Esporte.

Ao todo, disputando as categorias Sanda, Tai Chi, Tradicional e Livre, foram 18 medalhas, sendo 8 de Ouro, 6 de Prata e 4 de Bronze.

Com o apoio do Governo de Alagoas, delegação da Federação Alagoana de Kung Fu Wu Shu foi até a cidade de Bombinhas, Santa Catarina, e faturou 18 medalhas

O diretor de Projetos da Federação, Jadson Lira, destacou a atuação e a parceria com o Governo de Alagoas. “O resultado foi expressivo, com vários atletas garantindo medalhas e estando aptos a serem convocados para a seleção brasileira. Isso deixa uma margem de crescimento para as próximas competições. Não podemos deixar de destacar a parceria com o Governo, através da Selaj, que proporcionou a presença de vários atletas nessa competição nacional”, afirmou o dirigente, lembrando que as passagens aéreas de parte da delegação foram custeadas pela Selaj.

Entre os medalhistas estava Israel Severino Ramos Filho, integrante do programa Na Base do Esporte, do núcleo da Grota São Rafael, bairro de Cruz das Almas. O jovem trouxe na bagagem a medalha de prata na categoria Sanda Juvenil, até 56Kg.

Com o apoio do Governo de Alagoas, delegação da Federação Alagoana de Kung Fu Wu Shu foi até a cidade de Bombinhas, Santa Catarina, e faturou 18 medalhas

A secretária do Esporte, Lazer e Juventude, Claudia Petuba, comemorou o resultado da delegação alagoana no sul do país. “O Kung Fu vem apresentando ótimos resultados, inclusive de nível internacional. O trabalho de base está sendo feit. A prova disso é a medalha do nosso representante do programa Na Base do Esporte, como também dos atletas mais experientes. Nossa missão é fortalecer o esporte alagoano em todas as suas modalidades. Contem sempre conosco!”, afirmou.

Assessoria