Alagoas, 18 de fevereiro de 2020

Acusado de integrar quadrilha é condenado a 41 anos de prisão


Da Redação

O réu Alex Pereira a 41 anos e oito meses de reclusão pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio e associação criminosa.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação do TJ, Pereira responderá pelo homicídio praticado contra Carlos Roberto Ferreira de Araújo e pela tentativa de assassinato em relação à vítima Anderson Ferreira de Carvalho. Os crimes ocorreram em dezembro de 2013, em União dos Palmares.

Segundo a denúncia, o réu e outros comparsas fazem parte de uma quadrilha voltada para o tráfico de drogas, estando ainda envolvidos em diversos outros crimes.

“O comportamento do réu no momento do crime demonstra que a culpabilidade deste é por demais elevada, tendo em vista que o modo de agir do acusado foi frio e brutal, ultrapassando os limites ordinários da norma penal incriminadora. Note-se que o acusado proferiu inúmeros tiros na vítima [Carlos Roberto], dentro da casa da mãe desta, em um dia de reunião familiar, com a presença de inúmeras outras pessoas, o que incrementa a culpabilidade”, afirmou o juiz Anderson Santos dos Passos, que presidiu o júri popular.

Pelo homicídio de Carlos Roberto, o réu foi condenado a 23 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicialmente fechado. Já pela tentativa de homicídio contra Anderson de Carvalho, recebeu a pena de 15 anos e quatro meses de prisão. Pela associação criminosa, deverá cumprir três anos. Somadas, as penas chegam a 41 anos e oito meses de reclusão.

 

Com TJ/AL