Alagoas, 19 de fevereiro de 2020

Goleiro da seleção argentina pinta cabelo com cores do arco-íris em prol da população LGBT


O goleiro do Tigres, do México, mudou radicalmente a aparência para protestar contra a homofobia e a discriminação. Nahuel Guzmán, reserva da seleção argentina na Copa do Mundo de 2018, pintou o cabelo com as cores do arco-íris, símbolo da população LGBT. Ele estreou o visual na partida contra o Atlético de San Luis, no último sábado (11).

Após o empate em 0 a 0, o goleiro publicou uma mensagem nas redes sociais em que questiona o fato de casos de homofobia ainda ocorrerem na sociedade.

“Ano 2020 no Planeta Terra. Os casos de discriminação por homofobia seguem presentes em nossa sociedade e o futebol não é exceção. Entender nossa enorme diversidade social e avançar nos direitos pela inclusão é compromisso de todos.”

Guzmán está no Tigres desde meados de 2014. Pelo clube, conquistou três vezes o Apertura do Azteca e uma vez o Clausura. A equipe está na oitava posição do Campeonato Mexicano. Na próxima rodada, visita o América do México, no domingo.

GE