Alagoas, 19 de fevereiro de 2020

Alice Caymmi dissipa energia da batida do Àttooxxá no primeiro single do álbum ‘Elétrika’


Resenha de single

Título: A noite inteira

Composição: Alice Caymmi, Rafa Dias e Chibatinha

Artistas: Alice Caymmi e Àttooxxá

Gravadora: Rainha dos Raios

Cotação: * * 1/2

♪ A voz proeminente e (muito) bem colocada de Alice Caymmi na gravação da música inédita A noite inteira mantém a artista sob a aura de ser uma das melhores cantoras brasileiras surgidas nos anos 2010.

Neste single gravado por Alice com o grupo Àttoxxá, um dos nomes responsáveis pela revitalização do pagode baiano, a cantora destila mel ao seguir a colmeia do pop genérico que dá o tom do mercadão nacional.

Arremessado nas plataformas de áudio nesta sexta-feira, 24 de janeiro, o single A noite inteira é a primeira amostra do quinto álbum de Alice Caymmi, Elétrika, previsto para ser lançado neste primeiro semestre de 2020.

O título alude ao aclamado álbum anterior de Alice, Electra (2019), mas a semelhança parece parar no nome, a julgar pelo single A noite inteira. De autoria creditada a Alice, a Rafa Dias e a Wallace Carvalho dos Santos (o Chibatinha), A noite inteira é composição banal de sensualidade que soa artificial. Todas as intenções parecem ter sido diluídas e filtradas pelo padrão pop do mercado.

Pode até ser que a música aglutine seguidores, pois o time de compositores e produtores da Brabo Music – formado pelo DJ Rodrigo Gorky com Maffalda e Zebu – conhece bem os gostos desse mercado e, por isso mesmo, foi arregimentado por Alice para orquestrar a produção do álbum Elétrika.

A azeitada produção musical do single A noite inteira tem o toque particular do Àttoxxá, mas o fato é que a gravação resulta aquém do potencial do grupo e tampouco acrescenta algo de relevante à discografia de Alice Caymmi, cantora de quase 30 anos (a serem festejados em março) que já mostrou ter forte personalidade para jamais ser mais uma na multidão.

O encontro da cantora com o grupo resultou sem liga. É como se, em A noite inteira, Alice Caymmi dissipasse a energia do batidão geralmente eletrizante do Àttoxxá. Para ouvidos habituados ao pop comum que domina as playlists das plataformas de streaming, a música pode parecer uma joia, mas, espanado o leve brilho que a enverniza na produção, A noite inteira se revela pedra falsa.

G1/Mauro Ferreira