Alagoas, 16 de setembro de 2019

Interior

Rebelião em presídio de Manaus deixa pelo menos 60 mortos

Rebelião em presídio de Manaus deixa pelo menos 60 mortos

Interior
Ao menos 60 presos morreram durante um combate entre facções rivais pelo tráfico de drogas, no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), em Manaus, que começou na noite do domingo (1°). O número de mortos ainda não é definitivo porque a revista no Compaj não foi concluída. No final da tarde desta segunda-feira (2), informações mais precisas serão divulgadas. Além da rebelião, 87 presos fugiram de outra unidade prisional horas antes. Foram 17 horas de motim, segundo o secretário de segurança pública do Estado, Sérgio Fontes. Os agentes penitenciários apenas retomaram o controle da prisão na manhã desta segunda-feira. As facções envolvidas no massacre são a FDN (Família do Norte) e o PCC (Primeiro Comando da Capital), organização criminal baseada em São Paulo. Durante
Doria se veste de gari e Crivella quer acabar com arrastões

Doria se veste de gari e Crivella quer acabar com arrastões

Interior
O prefeito de São Paulo, João Dória, em sua primeira jogada de marketing, prometeu se vestir de gari nesta segunda-feira (2) ao lado de presidentes de empresas e autarquias. Segundo ele, o ato será uma demonstração de humildade e igualdade. A ação dará a largada ao programa de zeladoria urbana chamado "São Paulo Cidade Linda", com serviços de limpeza, manutenção e conservação do município. No discurso de posse, Dória, que é empresário, também fez questão de afirmar seu papel como gestor e disse que vai trabalhar como administrador, e não como político. Ele prometeu eficiência e inovação. O novo prefeito de São Paulo é o maior triunfo do PSDB nas eleições municipais. O partido foi o que mais cresceu na votação de 2016, conquistando 803 prefeituras. O PMDB, partido do presidente da Rep
Chacina: Homem mata ex-mulher, filho e mais dez na virada do ano em Campinas

Chacina: Homem mata ex-mulher, filho e mais dez na virada do ano em Campinas

Interior
Um homem matou a ex-mulher, o filho de 9 anos e outras dez pessoas durante as confraternizações da virada do ano em Campinas, no interior de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, pouco antes da meia-noite do dia 31, ele teria pulado o muro da residência onde as pessoas estavam e aberto fogo com uma pistola. Em seguida, teria atirado contra a própria cabeça. Um carregador extra com munição teria sido encontrado junto ao corpo. Das vítimas fatais, 11 morreram no local e uma já no hospital. Outras três pessoas teriam sido atingidas pelos disparos e estariam sob cuidados médicos no hospital da Unicamp. A casa onde ocorreu a chacina fica no Jardim Aurélia, nas proximidades de um shopping da cidade. Relatos preliminares dão conta de que o homem, que teria por volta de 40 anos, estari
Ataque terrorista em boate na Turquia deixa 39 mortos

Ataque terrorista em boate na Turquia deixa 39 mortos

Interior
"Infelizmente, pelo menos 39 de nossos cidadãos perderam suas vidas. Um era policial. Quarenta pessoas estão sendo atendidas em hospitais", disse à imprensa local o governador Vasip Sahin, no local onde fica a boate Reina, na margem europeia do estreito de Bósforo, descrevendo o ocorrido como um "ataque terrorista". A casa noturna Reina, situada no lado europeu de Istambul e às margens do Bósforo, é um dos locais mais procurados pela juventude de classe alta turca, além de turistas e celebridades. Cerca de 700 pessoas estavam no local na hora do ataque. Segundo o governador de Istambul, cerca de 40 pessoas continuam internadas em hospitais da região. Muitas pessoas que celebravam o Ano Novo se atiraram no Bósforo, em pânico, depois do ataque, e esforços foram mobilizados para resgatá
“Sofri homofobia e humilhação”, diz prefeito gay

“Sofri homofobia e humilhação”, diz prefeito gay

Interior
Aos 35 anos de idade, o administrador de empresas Wirley Rodrigues (PHS), o Têko, teve de derrotar mais que o seu adversário, candidato à reeleição, para conquistar a prefeitura de Itapecerica (MG), município de 21 mil habitantes localizado na região Centro-Oeste de Minas Gerais, a 180 km de Belo Horizonte. Para chegar lá, Têko teve de derrotar o preconceito e a homofobia. Homossexual assumido, ele foi alvo de ataques e ofensas por causa da sua orientação sexual durante a campanha eleitoral. Mas não desistiu. Eleito com 57,35% dos votos, ele toma posse neste domingo (1º) com a promessa de tornar a cidade mais tolerante com as diferenças, sejam elas de que natureza forem. Além dele, apenas o prefeito reeleito de Lins (SP), Edgar de Souza (PSDB), é gay assumido entre os mais de 5,5 mil chefe