Alagoas, 23 de agosto de 2019

Geral

Casos de sarampo aumentam no mundo, alerta OMS

Casos de sarampo aumentam no mundo, alerta OMS

Geral
Relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alerta para o aumento de casos de sarampo no mundo. Os números mostram que, nos quatro primeiros meses deste ano, foram registrados 79.329 casos da doença, contra 72.047 no mesmo período de 2017. O pico da doença foi registrado no mês de março, quando foram identificados 25.493 casos. A maior parte dos casos de sarampo registrados em 2018 foram identificados em países como Uganda e Nigéria, na África; Venezuela, nas Américas; Iêmen, Emirados Árabes Unidos, Síria, Sudão e Paquistão, no Mediterrâneo Oriental; Ucrânia, Sérvia, Rússia e Romênia, na Europa; Índia, Tailândia, Mianmar e Indonésia, no Sudeste Asiático; e Filipinas e Malásia, no Sudeste Asiático. Surt
Acusado de tentar matar vereador, policial é preso por ordem da Justiça

Acusado de tentar matar vereador, policial é preso por ordem da Justiça

Geral
A Comarca de Teotônio Vilela, decretou a prisão do policial civil Gilberto Ferreira dos Santos, acusado de tentativa de homicídio contra Edivaldo de Souza Santos, vereador do Município, em 9 de outubro de 2017. O réu já se encontra preso. A decisão é da juíza Renata Malafaia Vianna De acordo com a denúncia do Ministério Público, recebida pela Juíza na decisão, a vítima entrou em conflito com Gilberto porque este afirmava ser o verdadeiro proprietário de um terreno na região da Lagoa do Pau, em Coruripe (AL). Para a magistrada, os pressupostos da prisão preventiva – prova da materialidade e indícios suficientes de autoria – foram preenchidos. “[Do inquérito], extrai-se que o denunciado agiu de forma extremamente ousada, utilizando-se de arma de alto poder letal e desafiando os Pode
Ministro considera ruim para Brasil disputa entre EUA e China

Ministro considera ruim para Brasil disputa entre EUA e China

Geral
O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, considera ruim para o Brasil a disputa comercial dos Estados Unidos, que impõe política protecionista, com a China. Ele participou hoje (13) de reunião com os setores de comércio exterior e de agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista. “As implicações de uma guerra comercial são muito ruins para o mundo, especialmente para um país em desenvolvimento como o nosso, que precisa ter acesso a mercados, que precisa ter intercâmbio comercial e de investimento maior”, disse o ministro. Para ele, o comércio exterior depende de regras e normas estáveis, “que não dependam do humor desse ou daquele governante”, além do fortalecimento da Organização Mundial do Comércio (OMC). O ministro admite que
Mais de 6 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra gripe

Mais de 6 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra gripe

Geral
Segundo o Ministério da Saúde, mais de 6 milhões de pessoas que pertencem aos chamados grupos prioritários ainda não se vacinaram contra a gripe este ano. Dados apontam que gestantes e crianças foram os que menos procuraram as salas de imunização, com cobertura de 76,4% e 73,6%, respectivamente. Ao todo, 493.710 grávidas e 3,3 milhões de crianças com idade entre 6 meses e 5 anos ainda não receberam a dose. Segundo o último boletim epidemiológico da pasta, 50,4 milhões de pessoas foram imunizadas. Desse total, 20,2 milhões são idosos; 4,4 milhões, trabalhadores da saúde; 2,2 milhões, professores; 358,9 mil, puérperas (até 40 dias de pós-parto) e 643,3 mil, indígenas. Conforme o balanço, em todos esses grupos, atingiu-se a meta de vacinação, fixada pela Organização Mundial da Saúde (OMS)
Cármen Lúcia garante pensão por morte às filhas de servidores públicos

Cármen Lúcia garante pensão por morte às filhas de servidores públicos

Geral
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, determinou hoje (11) a retomada do pagamento de pensão por morte a duas filhas de servidores federais. O caso chegou ao STF após o Tribunal de Contas da União (TCU) determinar a suspensão do pagamento. Ao decidir a questão, Cármen Lúcia entendeu que o pagamento deve ser retomado porque uma decisão anterior do ministro Edson Fachin, assinada em maio, derrubou o entendimento do TCU que determinava a revisão e o cancelamento de pensões por morte concedidas a filhas de servidores civis maiores de 21 anos que tenham outras fontes de renda. “Seu indeferimento poderia conduzir à ineficácia da medida se a providência viesse a ser deferida somente no julgamento de mérito por ter a pensão natureza alimentar, com gravosas co