Alagoas, 23 de agosto de 2019

Política

Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões

Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões

Política
A 64ª fase da Operação Lava Jato, denominada Pentiti, foi deflagrada nas primeiras horas da manhã de hoje (23) pela Polícia Federal (PF) para investigar crimes relacionados a recursos contabilizados em planilha denominada Programa Especial Italiano, gerida por uma grande empreita nacional. Os crimes investigados são de lavagem de capitais, organização criminosa e corrupção ativa e passiva. As ações criminosas podem ter lesado os cofres públicos em pelo menos US$ 1,5 bilhão, equivalente, hoje, a aproximadamente R$ 6 bilhões. Segundo a PF, também é objeto das investigações esclarecer a existência de corrupção envolvendo instituição financeira nacional e estatal petrolífera na exploração do pré-sal e em projeto de desinvestimento de ativos no Continente Africano. Cerca de 80 policiais
EUA querem saída de Maduro e Juan Guaidó diz que regime se contradiz

EUA querem saída de Maduro e Juan Guaidó diz que regime se contradiz

Política
Após a confirmação de que conversações vem sendo mantidas com a Venezuela, os Estados Unidos esclarecem que o diálogo apenas visa à saída de Nicolás Maduro do poder e a convocações de eleições livres no país. As declarações do Conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca foram reiteradas por Juan Guiadó, o auto-proclamado presidente Interino da Venezuela. Na última terça-feira (20), o presidente Nicolás Maduro admitiu a existência de contatos entre membros de seu governo e altos funcionários de Washington, confirmando declarações dadas antes pelo presidente norte-americano, Donald Trump. "Confirmo que há meses existem contatos de altos funcionários do governo dos EUA, de Trump, e do governo bolivariano que presido, sob minha autorização expressa direta, vários contatos, vários
Câmara decreta luto pela morte de ex-vereador e jornalista

Câmara decreta luto pela morte de ex-vereador e jornalista

Política
A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Maceió emitiu uma nota, nesta quarta-feira (22), de pesar em razão da morte do ex-vereador Dau Tenório. Leia na íntegra É com profundo pesar que a Câmara Municipal de Maceió decreta luto oficial pelo falecimento do ex-vereador Dau Tenório, no início da noite desta quarta-feira. Além de parlamentar, ele era advogado e jornalista, professor, ex-funcionário do TCE/AL, ex-secretário municipal de Educação, ex-presidente da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (Cenec) e ex-diretor do Colégio Crispiniano Portal. A Mesa Diretora e todos os demais vereadores que compõem a atual legislatura prestam as mais sinceras condolências aos familiares e amigos neste momento de dor e rogam a Deus pelo conforto necessário a todos.
Serviços de pavimentação, drenagem e tapa buraco são solicitados por vereadores

Serviços de pavimentação, drenagem e tapa buraco são solicitados por vereadores

Política
Pavimentação, drenagem e mais proposta em infraestrutura compuseram a pauta de votação da ordem do dia da sessão ordinária da Câmara Municipal de Maceió nesta quarta-feira (21). Como exemplo disso, indicação do presidente da Casa, Kelmann Vieira (PSDB), foi aprovada para que a Prefeitura faça a drenagem, pavimentação e saneamento básico da Rua Presciliano Sarmento, no São Jorge, além do pedido, também por indicação, de serviço de tapa buraco na Avenida Senador Rui Palmeira, na Levada, iniciativa da vereadora Simone Andrade (DEM). Lobão (PR) conseguiu aprovar indicação para que o município limpe a galeria da Rua José Cavalcante, no Vergel do Lago, assim como solicitação de Beto da Farmácia (PROS) que pede ao Executivo para recuperar a calçada, em toda sua extensão, da Rua Vereador Her
Parecer da previdência dos militares será apresentado em setembro

Parecer da previdência dos militares será apresentado em setembro

Política
O relator da comissão especial que altera o sistema de aposentadoria dos militares das Forças Armadas (Projeto de Lei 1.645/19) na Câmara dos Deputados, Vinicius Carvalho (Republicanos-SP), apresentou hoje (21) seu plano de trabalho e informou que pretende apresentar seu parecer no dia 18 de setembro. O colegiado aprovou requerimento para debater o tema na próxima terça-feira (27) com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, com o comandante da Aeronáutica, Antonio Carlos Moretti Bermudez, com o comandante do Exército, Edson Leal Pujol, e com o comandante da Marinha, Ilques Barbosa Junior. Segundo o Projeto de Lei 1.645/19, enviado pelo governo em março deste ano, os militares passarão a contribuir mais para a previdência especial e a trabalhar mais para terem direito a aposen